Buscar
  • Geyson Gabriel Frare

Quer ficar rico? Abra uma padaria!

Pode soar estranho essa afirmação, mas perceba quantos pequenos comerciantes que você conhece que são muito bem-sucedidos financeiramente?



O dono da mercearia, da pequena loja de roupas, do quiosque de pastel e claro o dono da padaria, geralmente pessoas com grau de educação mais baixo comparados a grandes gerentes de empresas, porém com ganhos financeiros mais altos.



Esses pequenos comerciantes bem-sucedidos, podem ensinar importantes lições para qualquer pessoa que deseja iniciar uma grande empresa


o ou até mesmo uma startup revolucionária, vai algum deles:



1- Venda coisas que as pessoas realmente precisam ou pelo menos acham que precisam, vimos hoje empresas criando produtos revolucionários, porém se aderência alguma com o consumidor, seu produto ou serviço não precisa ser diferente precisa ser útil. É mais fácil vender um bom pão francês do que inventar o pão Húngaro com algas do Himalaia com um QR Code que você acessa receitas da Bela Gil.



2- Barriga no balcão, todos esses empreendedores estão de fato dentro do negócio, de olho no produto, no cliente e nos colaboradores. Na ideia exacerbada por processos e escalas vimos grandes empreendedores que mal aparecem em seu negócio, lembre-se daquela frase “É o olho dono que engorda o gado”.


3- Se posicione para um público específico, geralmente esses pequenos comércios que dão muito certo, estão presentes em bairros, são muito conhecidos somente pelo aquele público local e focam nele. Se você perguntar para o dono da padaria do seu bairro, o que ele acha da padaria que tem dentro hipermercado no centro da cidade, provavelmente ele vai dizer que não se importa com ela, pois ele está focado no público que está aí perto dele, inclusive conhece muitos clientes pelo nome. Com a internet grandes empresas querem tentar vender para todos e na verdade deviam definir um e pensar em vender apenas para ele, transformando em verdadeiro fregueses.



4- E assim chegamos ao quarto ponto: Se preocupe com o seu negócio, pequenos comerciantes bem-sucedidos não estão nem aí para o que o Paulo Guedes falou o com a guerra no Oriente Médio se você não é uma multinacional de venda de commodities também não deveria estar, o mercado sempre estará em crise, porém estará sempre cheio de oportunidades, foque nelas e em trabalhar no seu negócio.


5- Falar em trabalho, chegamos no quinto item: Trabalhar, trabalhar e trabalhar, já ouviu a seguinte frase: “Não há crise que resista há 12 horas de trabalho diário”. Existem muitos gênios por aí que mal conseguem comprar um patinete elétrico e existe também o seu Zé, dono da mercearia, que formou dois filhos em medicina, tem uma Hilux zero e um apartamentos na praia. A diferença entre um e o outro, o primeiro se acha muito bom para trabalhar demais, o segundo entendeu que para ser bom de verdade é necessário muito trabalho.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo