Buscar
  • Geyson Gabriel Frare

A era da influência!

Um professor de geografia que me deu aula no ensino médio, certa vez falou, que viveríamos na era da informação, hoje digo que ele errou, vivemos na era da influência.



Pense por um momento, quanto realmente você se aprofundou em um assunto ultimamente? Seja pandemia, corrida espacial, influência das redes sociais na criação dos seus filhos, depressão ou até mesmo finanças. Dificilmente você tenha lido mais que um livro básico de um especialista sobre o tema.


Suas opiniões e até decisões que você toma e que impactam diretamente na sua vida, acontecem influenciadas por opiniões de alguém, muito mais do que por fatos reais, você vive seguindo influenciadores.


A humanidade sempre foi assim, sempre houve grandes influenciadores, eram reis, imperadores, sacerdotes, grandes escritores, homens da lei, a grande mídia e até os pais de família. O que mudou não foi o poder da influência, mas de onde a influência é exercida, se antes ela vinha sempre de cima para baixo de forma hierarquia, hoje isso não acontece mais.


Em uma conversa aqui na agência, começamos a nos perguntar por que essa moda do copo Stanley? Sendo que ele existe a muito tempo e não se ouvia falar nele aqui no Brasil, e de uma hora para outra todos tem o seu copinho de “200 pila”. Na hora alguém respondeu, é por causa do Tik Tok. Sim meus amigos, algum influenciador do Tik Tok começou essa onda de consumo de milhares de copos de R$ 200,00, postando um videozinho legal com o ítem.


Se antes a humanidade era influenciada pelo Papas, por Napoleões, Shakespeares, hoje ela é influenciada pelo John que mora em Santa Mônica e posta vídeos engraçados o dia todo em seu Reels, ou a Laura que mora na Vila do Socorro e seu Tik Tok bomba com suas dancinhas. Temos também os influenciadores profissionais, especialistas nas mais diversas áreas, desde espiritualidade tântrica até cozinha vegana do Himalaia, boa parte deles arrastam multidões e faturam milhões por isso.


Você pode ter um julgamento se isso é bom ou ruim. Mas o fato é que com plataformas de comunicações descentralizadas e nichadas, cada vez será mais desta forma. Não adianta mais apenas informar, aparecer, ter um bom produto, ser um bom profissional, você precisa influenciar pessoas.


A era da influência só está começando e a pergunta que você se deve fazer é: Eu e meu negócio queremos ser influenciados ou influenciar?



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo